Banda Céu de Lamparina

Fábio Gomes: Percussão - OMB 24.978

Natural de Jundiaí-SP, começou a sua vivência musical aos 14 anos, tocando em bandas de rock como a Ópio e o Trio Nortal. Em 2002 ajudou a idealizar a Banda Namoradeira, para a qual compõe, e toca percussão. Em 2010 mudou-se para São Luiz do Paraitinga-SP, onde dá continuidade aos seus trabalhos de compositor e percussionista. Em 2011 atuou na produção executiva e foi percussionista do CD Festa na Rua, da Banda Namoradeira. Em 2012 sua música “Cipó de São João” ganhou o Prêmio de Voto Popular no festival Viola de Todos os Cantos e foi a quarta colocada no Festival Junino de São Luiz do Paraitinga. Em 2013 participou da gravação do CD “Volta e Meia” de Galvão Frade.

 

 

Galvão Frade: Violão, Viola e Voz - OMB 24.889

Fundador e ex-integrante do Grupo Paranga, com o qual gravou os discos ‘Chora Viola, Canta Coração” e “Porque Hoje é Carnaval”. Participou do projeto “Sesc Cai e Pira na Folia de São Luiz do Paraitinga” na inauguração do Sesc Santo Amaro em São Paulo. Em 2009 compôs o júri do Festival da Semana da Canção Brasileira. Em 2013, foi selecionado para a fase final do 4º. Concurso Nacional de Marchinhas da Fundição Progresso-RJ e no mesmo ano gravou o CD “Volta e Meia”, de composições próprias. Foi o idealizador e produtor do 1°. Festival de Marchinhas de Carnaval de São Luiz do Paraitinga-SP, bem como do 1º Festival de Música Junina, em 1984 e 1996, respectivamente.

 

 

Léo Couto: Saxofone, Cordas e Arranjos - OMB 52.857

Iniciou seus estudos musicais em 2002 no Projeto Guri de São Luiz do Paraitinga, na FAMIG – Fanfarra Monsenhor Ignácio Gióia, na Corporação Musical São Luís de Tolosa e no Conservatório Maestro Fêgo Camargo em Taubaté/SP. Desde 2013 é um dos arranjadores e integrantes da Banda de Apoio dos Festivais de Marchinhas e de Música Junina de São Luiz do Paraitinga-SP. Produziu os arranjos dos discos “Estrambelhado Eu Sou” da Banda Estrambelhados e “Por que Nós?” de Camilo Frade. Além disso, participou como músico dos CDs “Folias” da Banda Estrambelhados, “Festa na Rua” da Banda Namoradeira e “Deu na Creca” da Banda Quar´de Mata.

 

 

Mara Rúbia: Percussão e Voz - OMB 63.108

Natural de Socorro/SO, iniciou sua carreira musical em 2000 participando de Festivais Universitários de MPB e fez parte de bandas alternativas na cidade de Itatiba. Foi integrante do “Grupo de Pífanos Flautins Matuá” (Campinas/SP) de 2003 a 2011 com o qual gravou um CD em 2010. Passou a fazer parte da  “Banda Namoradeira” em 2005, como percussionista e vocalista, tendo gravado o disco “Festa na rua” em 2011. No mesmo ano participou da gravação do CD Divina Bênção e, em 2013, do CD "Volta e meia", ambos de Galvão Frade. Desde 2010 reside em São Luiz do Paraitinga, onde participa de Festivais de Marchinhas Carnavalescas e de Músicas Juninas como integrante de bandas de apoio ou interpretando músicas de compositores locais. Também é integrante da banda feminina Sianinhas.

 

 

Netto Campos: Teclado, Sintetizador e Voz - OMB 52.793

Atuou como diretor de cultura de São Luiz do Paraitinga por quatro anos. Trabalhou no apoio ao projeto Mestres Navegantes idealizado e produzido por Betão Aguiar, registrando audiovisual dos grupos de Moçambiques e Congadas que participam da Festa do Divino da cidade. É integrante da Banda Estrambelhados, com a qual gravou os CDs “Folias”, 2007  e Estrambelhado Eu sou”, 2012. É compositor premiado no Festivais de Marchinhas e de Música Junina de São Luiz do Paraitinga. Também participou de gravações de CDs como: De “Bloco em Bloco”, “Divina Benção” e “Volta e Meia” de Galvão Frade; “Festa na Rua” da Banda Namoradeira e “Porque nós?” de Camilo Frade.

 

 

Nhô Frade: Bateria e Percussão - OMB 48.759

Fundador e ex-integrante do Grupo Paranga com o qual gravou quatro discos: “Chora Viola, Canta Coração”, “Porque Hoje é Carnaval”, “Em nome do Pai, do Filho e do Elpídio dos Santos” e “Carnaval é bom, com você é bem melhor”. Percussionista da Banda Estrambelhados, da Tânia Moradei & Banda e do cantor Camilo Frade, seu filho. Participou dos seguintes CDs: “Festa na Rua” da Banda Namoradeira; “Estrambelhado Eu Sou” da Banda Estrambelhados; “Loukomotiva Kabereka” de Paulo Baroni; “Divina Benção” e ‘Desentoca” de Galvão Frade; e do disco “Por que Nós?” de Camilo Frade. Atua nas bandas de apoio dos festivais: Marchinhas Carnavalescas (desde 1984) e Festival (desde 1997).

 

 

Patricia Guimarães: Voz - OMB 59.940

Começou sua carreira na Corporação Musical São Luís de Tolosa e na Fanfarra Monsenhor Ignácio Gióia tocando trompete e corneta. Participou por muitos anos dos blocos de carnaval luizensee da banda de apoio do Festival de Marchinhas Carnavalesca da cidade. Como compositora foi premiada em segundo lugar nesse festival com a música “Arcos íris” em 2009; no ano seguinte alcançou a mesma colocação “Santo Arraiá” no Festival de Música Junina; em 2013 e 2014 ficou em terceiro lugar nesse festival com as músicas “Na Poeira da Viola” e “Ai menina”. Como cantora foi premiada como melhor intérprete por quatro vezes, duas em cada festival citado. Atualmente é integrante da banda feminina Sianinhas.

 

 

Rafael Cabello: Acordeon - OMB 63.106

Natural de Itatiba, São Paulo, atua na Banda Namoradeira desde 2007. Começou a se interessar pelo acordeom aos 16 anos, influenciado pela riqueza da música instrumental brasileira. Iniciou os estudos do instrumento em Itatiba, e logo após, Jundiaí, com a professora Vilma Rigollo Saltori. Aperfeiçoando a técnica no instrumento, estudou harmonia com o violonista Ailton Ângelo Britto, em Itatiba, com quem realizou algumas apresentações musicais.

Já em 2011, estudou com o acordeonista Gabriel Levy e em 2012 ingressou na Escola de música do Estado - EMESP - "Tom Jobim".

Como músico profissional desde 2010, atua em diversos projetos musicias, como Céu de Lamparina, da cidade de São Luis do Paraitinga, Trio Pandeon (música instrumental brasileira), de Itatiba, também participou das gravações do DVD do grupo “Bumbo do Japi”, de Jundiaí, acompanha o violeiro mato-grossense João Ormond, além de outros diversos grupos como músico free-lancer.

 

 

Thar: Contrabaixo e Voz - OMB 23.874

Músico atuante na cena luizense, participando como compositor, instrumentista e cantor. Integrante e fundador da Banda Quar’ de Mata, com a qual lançou o CD ‘Deu na Creca’. Participou de shows com o Grupo Paranga, com o qual gravou músicas suas no CD ‘Porque Hoje é Carnaval’. Teve ainda suas músicas gravadas pela cantora Via Negromonte, pela Banda Estrambelhados e pelo músico Johnny Herbert. Ganhou diversos prêmios nos festivais de marchinhas carnavalescas e de música junina da cidade, incluindo o 1º lugar no Festival Junino de 2011 com a música “Sai que é Rolo!” de sua autoria em parceria com Benito Campos, renomado artista plástico luizense, autor da arte do encarte desse CD.

 

 

Produção: André Magalhães

Produtor musical e cultural, também é baterista e percussionista. Foi proprietário do Estúdio Zabumba onde produziu diversos projetos na área musical. Integrante do grupo "A Barca", participou como produtor musical no projeto "Turista Aprendiz", prêmio Rodrigo Melo Franco (IPHAN), por onde realizou gravações envolvendo mestres e grupos de cultura popular em 9 estados brasileiros. Com povos Indígenas, registrou as aldeias “Guaranis”, os “Kariris Xocós” (AL), e os "Timbiras", (MA/PA/TO). Atua como coordenador e diretor de palco de eventos como a “Semana da Canção Brasileira”. É diretor técnico do grupo “Barbatuques”, com o qual participa de turnês no Brasil e em diversos países.